4-erros-comuns-que-barbeiros-cometem

4 erros comuns que barbeiros cometem

Você com certeza já ouviu falar ou, até mesmo, já protagonizou alguns dos erros comuns que barbeiros cometem. Claro que a falha é inerente ao ser humano e todos temos consciência disso. No entanto, nem sempre quem busca seu serviço irá entender essa premissa.

Apenas para exemplificar, pecar no visual do seu cliente pode ser determinante na hora de fidelizá-lo. O Felippe Caetano percebeu quatro erros que são comuns e podem comprometer a saúde do negócio de qualquer barbeiro. Nesse sentido, preparou um conteúdo bombástico que irá lhe incentivar a nunca mais cometer gafes que, muitas vezes, podem ser “imperdoáveis”.

Vem conferir!

Primeiro erro comum que barbeiros cometem: o crime do dedo

Utilizar o dedo como referência é praticamente fazer uma cópia do crânio. Converse com seu cliente e faça com que ele entenda que pedir três dedos na frente e dois atrás não funciona. É mais fácil passar a máquina.

Para sermos claros, não há como ser bem sucedido ao fazer uma projeção de um topete com os dedos. Isso ocorre porque o correto é pensar nesse corte de acordo com os tipos de mechas.

Uma dica bônus

Ao utilizar o dedo como referência, sua base é o crânio. Caso o seu cliente tenha algum defeito, como um afundamento, por exemplo, o mesmo será replicado. E vamos combinar, isso não vai agradar!

Barbas contra: sim, também são erros comuns que barbeiros cometem

O primeiro conselho é observar o seu cliente. Como ele está? Você precisa saber que, ao receberem a lâmina contra o pêlo, algumas peles não irão se adaptar e o resultado será uma dor intensa por vários dias. Além de causar um transtorno enorme em razão da ardência que o procedimento pode provocar, você não quer que seu cliente lembre de você com raiva.  Não é!?

Observe:

  • O tipo de pele;

  • Se há feridas ou machucados;

  • A sensibilidade;

  • A espessura do pelo.

Dica principal

Comunique-se com seu cliente. Veja qual é o desejo dele. E então, mãos à obra. Ah, não esqueça da limpeza da pele.

ATENÇÃO! Mesmo lançando mão da Shaver, o cuidado deverá ser redobrado. Lembre-se principalmente da limpeza do equipamento, pois, a má higienização é um prato cheio para a contaminação.

Terceiro erro: comunicação é a alma do negócio

O pré-atendimento é fundamental. Até seus erros podem ser relevados com uma comunicação eficiente. Mostrar preocupação com o seu cliente é mais um fator que pode contribuir para a fidelização.

Pedir feedbacks, especialmente para aquele cliente que aparece frequentemente, auxilia na proximidade e também no seu crescimento profissional. Faça-o se sentir valorizado. Traga propostas diferentes. Faça sugestões. Escute o que ele tem a dizer.

O erro número 4 é o mais habitual

Como empreendedores não fazem a GESTÃO FINANCEIRA dos seus negócios? Se você tem uma empresa, você precisa dela. Acredite se quiser, esse é o maior dos erros comuns que barbeiros cometem.

Para manter uma barbearia em pé, é necessário mais do que saber cortar cabelos e fazer barbas. Se você não tiver controle sobre o quanto está faturando, o que tem de produtos, qual a margem de lucro, NÃO HAVERÁ CRESCIMENTO! Em uma situação como essa, das duas uma: ou você estaciona, ou quebra.

A gestão financeira da barbearia define seus próximos investimentos. Dê importância a isso!

Pronto para abandonar definitivamente os 4 erros comuns que barbeiros cometem?

Assista o conteúdo do Felippe Caetano no Youtube. No vídeo abaixo, ele fala mais a respeito do assunto. Ative as notificações e não deixe de interagir.

Seja um profissional bem-sucedido! Nosso curso de barbeiro online é o melhor do mercado! Entre em contato conosco e matricule-se.