Deprecated: wp_make_content_images_responsive está obsoleto desde a versão 5.5.0! Use wp_filter_content_tags() em seu lugar. in /home/barbeiro_user/cursodebarbeiros.com.br/wp-includes/functions.php on line 4773
pintar a barba cuidados necessários para fazer certo

Pintar a barba: os cuidados necessários para fazer certo

No mundo da barbearia, o desejo dos clientes é uma ordem a ser acatada com atenção aos detalhes. E quando o assunto envolve química, o buraco é muito mais embaixo, principalmente quando tratamos de rosto. Nesse sentido, existem inúmeros motivos para alguém decidir pintar a barba, e não entraremos nesses méritos.

Nosso papel aqui é lhe acompanhar durante o caminho, para que o passo a passo seja seguido corretamente. Preparamos um compilado de informações que, sem dúvidas, irão ser muito úteis na hora de aplicar os produtos ideais nos pelos dos homens que sentam em sua cadeira.

Vamos lá!

AS DIFERENÇAS DE TONALIDADE ENTRE CABELOS E BARBA

De fato, visualizar uma grande diferença de tonalidade entre cabelos e barba/bigode/cavaque provoca uma sensação estranha. Há quem diga que o aspecto fica envelhecido. Outros, mais categóricos, afirmam que o esquecimento é, na verdade, um grande desleixo.

Concordamos que essas diferenças não deixam o homem bonito. Aliás, proporcionam um ar pouco natural, e enaltecem pontos negativos da aparência.

A DECISÃO, ENTÃO, ENVOLVE HARMONIZAR. Essa é a hora de você entender quais são os devidos procedimentos.

COMEÇANDO A PINTAR A BARBA

A primeira escolha a ser feita para pintar a barba é sobre o tom. Se a razão principal é esconder os fios brancos, o melhor caminho é pintar a barba com uma cor próxima à original do cliente.

Depois disso, olhe que marcas disponibilizam tinturas apropriadas para o procedimento (elas existem sim). Não utilize aquelas fabricadas para cabelos, fáceis de achar em farmácias e supermercados. As razões principais para essa restrição, são as manchas que elas podem provocar, além de serem muitas vezes tóxicas à pele sensível do rosto.

PARA OS ALÉRGICOS, QUANTO MENOS QUÍMICOS, MELHOR

Há sempre alguém para sofrer reações alérgicas aos produtos, por mais que eles sejam testados e aprovados dermatologicamente.

Nesses casos, há algumas opções que não são exatamente tinturas, mas “escurecedores” que ajudam nos disfarces. Para aquele cliente que é mais sensível, talvez essa possa ser uma boa indicação.

DESCOLORINDO A BARBA DE FORMA SAUDÁVEL

O ideal é evitar fazê-lo.

Porém, se for mesmo da vontade do cliente, estude os níveis aceitáveis de aplicação de descolorante, bem como o tempo que ele deve permanecer em cima dos pelos do rosto. O procedimento é totalmente diferente daquele direcionado aos cabelos. Portanto, não faça besteira.

Além disso, o ressecamento será uma companhia quase certa. Em uma situação como essa, o que indicamos é que haja muita hidratação com óleos e balms.

Ah, e lembre-se: especialize-se para não cometer erros e preservar, acima de tudo, a saúde do público que frequenta seu estabelecimento.

CUIDADOS APÓS PINTAR A BARBA

Entregue aos seus clientes uma pequena lista de cuidados com os fios após pintar a barba, para que eles não venham a reclamar do seu trabalho depois. Assim a satisfação fica garantida, todos os dias após o serviço ter sido realizado. Aliás, o que você quer é que ele preserve o barbão, concorda!?

Veja o que você pode sugerir:

1 – Higienização diária dos fios, com shampoo apropriado;

2 – Usar produtos específicos para hidratação e modelação, como óleos e balms;

3 – Observar possíveis alergias e irritações. Caso elas surjam, o ideal é procurar um dermatologista;

4 – Dependendo da coloração, o desbotamento dos fios é inevitável. Manter uma rotina de manutenção garante a boa aparência;

5 – Não fazer procedimentos caseiros. A ajuda de um especialista é essencial para evitar problemas.

Gostou das dicas e quer mais? Comente aqui embaixo. Você também pode aprender técnicas incríveis no curso de barbeiros online. Matricule-se hoje mesmo e surpreenda-se.