cliente-nao-escolhe-sua-barbearia-razoes

O cliente não escolhe sua barbearia por essas 4 principais razões!

O que será que se passa na cabeça de alguém que procura os serviços de um barbeiro. Bem, a não ser que você seja um ser mágico, jamais conseguirá ler tais pensamentos. É a partir desse ponto que você precisa entender porque o cliente não escolhe sua barbearia. Antes de tentar atrai-lo, você deve prever o que ele espera em termos de serviços e infraestrutura.

ISTO É, PLANEJAR O SEU NEGÓCIO!

Primeiramente, conheça seu público e entenda quais são as suas demandas. Depois, descubra o que você tem a oferecer, e que pode sanar seus problemas.

É aí que começa todo o empenho. O caminho é de fora para dentro, não o contrário. Coloque-se no lugar de alguém que precisa de você. O que essa pessoa iria querer ou necessitar?

Hoje viemos facilitar um pouco o seu trabalho e dar-lhe algumas dicas sobre o que um cliente de barbearia pode observar, antes de depositar confiança em um profissional.

Vamos lá!?

#1 O cliente não escolhe sua barbearia porque ela não está online

cliente-nao-escolhe-sua-barbearia-felippe-caetano

Já começamos mal. Isso quer dizer que poucas pessoas percebem sua marca. Podemos dizer que essa é a principal razão para o cliente não escolher sua barbearia.

Você não é daqueles que ainda acredita que a busca por serviços é feita a partir das páginas amarelas? Ou pior, que alguém irá achá-lo porque andou até cansar?

Atualmente, o Google e as Redes Sociais são as principais fontes de consulta para qualquer coisa.

As pessoas demandam praticidade e a internet tem se tornado perfeita para isso. Em uma busca rápida, elas encontram a barbearia mais próxima, que está apta a lhes atender em seu tempo disponível, com as melhores avaliações e que disponibiliza um portfólio gigante para consulta.

A observação inicia aí! 

O QUE VOCÊ DEVE FAZER, ENTÃO?

  • Sem delongas, faça uma página no Facebook e crie uma conta comercial no Instagram. E importante: não esqueça de recheá-las com seus melhores trabalhos;
  • Invista em anúncios patrocinados, principalmente para as redes sociais, para obter um retorno mais rápido;
  • Disponibilize um número de WhatsApp para comunicar-se com seus clientes;
  • Monitore seus retornos através de relatórios. Todos os recursos que mencionamos aqui possuem Analytics. Essa é a forma na qual você analisa como suas publicações performaram, e consegue traçar estratégias para melhorar seus desempenhos.

Para começar, você não precisa ter um time completo de marketing digital. Ferramentas gratuitas e online podem lhe auxiliar a montar as artes para as suas postagens, basta buscar alguns tutoriais sobre seus funcionamentos. 

Como empreendedor, você precisa saber mais do que cortar cabelos e desenhar barbas. Procure sabedoria.

#2 Sem grandes atrativos, o cliente não escolhe sua barbearia e prefere a concorrência

conversa-na-barbearia-curso-felippe-caetano

Ao procurar uma barbershop, os homens querem diversão, aliviar as tensões de um dia estressante e relaxar. É nesse momento que a infraestrutura ganha a sua importância. E não só isso…

COMO UM TODO, VOCÊ ESTÁ SENDO ANALISADO PELO AMBIENTE QUE OFERECE!

Bebidas variadas para degustar, jogos, música, televisão, sofás ou cadeiras confortáveis para a espera… isso é o que você pode fazer em termos de boas distrações. 

OU SEJA, NADA DE TÉDIO!

Mas o grande diferencial é a conversa. Um bate-papo sobre os assuntos de interesse do cliente, além de gerar proximidade e criar vínculos, passa a agregar um ativo bem importante nesse contato: a lealdade.

Um atendimento eficiente é mais do que perguntar “o que vai ser?”…  é demonstrar interesse na boa experiência do cliente. Além de fazê-lo querer passar mais tempo em sua barbearia – e, por conseguinte, consumir mais -, ele lhe indicará para muitas outras pessoas, mesmo que no início você não seja tão experiente assim.

#3 Você não dá dicas sobre o melhor corte para o perfil do cliente

o-cliente-nao-procura-sua-barbearia

Ele simplesmente senta-se em sua cadeira, faz o pedido e você já sai fazendo. 

Não há nenhum tipo de análise, você não sabe como ele irá lidar com aquele corte no dia a dia. Afinal, não existe obrigação de sua parte em saber o que o cliente faz da porta para fora com o serviço adquirido. Certo!? ERRADO!

Sabe o que leva alguém a ganhar autoridade e confiança? A competência que manifesta sobre o seu nicho.

Ao fazer sugestões, você demonstra sua expertise e ainda entrega a opção mais adequada ao perfil do seu cliente. Além de deixá-lo satisfeito com o trabalho que foi mais adequado ao seu biotipo, você evita uma possível decepção… e se ela acontecer, a culpa terá sido todinha sua.

Não há dinheiro no mundo que pague tal atendimento.

#4 Você não é um profissional versátil, então o cliente não escolhe a sua barbearia

É preciso inovar.

E para que isso seja possível, busque capacitação. O cliente escolherá ser atendido por você também por sua técnica. Empenhe-se e dê o seu melhor. Seja versado em diversos tipos de corte, esteja por dentro das tendências.

Para aprimorar seus conhecimentos e tornar-se um barbeiro absoluto em tudo o que faz, matricule-se hoje mesmo em nosso curso de barbeiros.

Aprenda com o Felippe Caetano a ser um profisssional diferenciado e muito respeitado no mercado.