queda-de-cabelo-masculino-curso-de-barbeiros

Queda de cabelo masculino: como ajudar o cliente a superá-la?

Que os homens estão mais vaidosos, nem discutimos. Empreender em barbearia é uma grande oportunidade, justamente porque eles estão preocupados e exigentes com uma aparência impecável. Nesse sentido, é possível observar que se há uma coisa que realmente incomoda é a queda de cabelo masculino.

Pois é, caro amigo! A preocupação não é exclusividade do público feminino. De repente, em um belo dia, aquele seu cliente fiel e assíduo chega na barbearia completamente assustado: seus fios estão ralos e a careca está ficando aparente.

Como profissional, é seu DEVER saber orientá-lo. Mas veja bem, não estamos dizendo que você tem que solucionar o problema. Aliás, não precisa, afinal a queda de cabelo masculino pode estar associada às diversas disfunções do organismo. 

Mas o que um barbeiro pode fazer, então?

Sabia que você pode ajudar, sem prejudicar? Sua bagagem é mais do que manusear tesouras e navalhas. Lembre-se que você lida com a autoestima, entrega experiência e ajuda a melhorar o dia e a vida de quem senta em sua cadeira. Aproveite-se daquilo que tem nas mãos, e atente-se às boas práticas que elencamos neste artigo.

E se a queda de cabelo masculino for Calvície?

A Alopecia Androgenética, conhecida popularmente como Calvície, não acontece de uma hora para outra. A disfunção tem estágios, pode ser amenizada e, até mesmo, em alguns casos, tratada.

Sendo assim, a primeira conduta do barbeiro ao deparar-se com um cliente que está percebendo perda de densidade nos fios e falhas no couro cabeludo, é sugerir uma visita ao dermatologista ou tricologista – ambos são profissionais que lidam com a queda de cabelo.

Quais são as causas possíveis para a queda de cabelo masculino?

Você, barbeiro, não pode diagnosticar o motivo para a queda de cabelo masculino. 

No entanto, informação nunca é demais. Desta forma, em uma conversa amigável, o profissional poderá sugerir melhorias no estilo de vida do cliente e a busca por um especialista. 

Veja só as principais razões que levam à perda dos fios:

Genética:

A árvore genealógica pode influenciar na Calvície. A patologia pode aparecer cedo, já comumente constatada em jovens adultos, a partir dos 18 anos.

Déficit de vitaminas e anemia:

A alimentação define a saúde. Falta de vitaminas do complexo B, carboidratos, proteínas, minerais (como ferro e zinco) transforma o organismo em uma imensa bagunça. Em casos mais extremos, as carências podem dar passagem à anemia. Sabe aquela dieta sem orientação? É a origem perfeita para a queda dos fios.

Água quente demais:

Sim, aquele banho que quase cozinha a pele é o vil inimigo dos cabelos saudáveis. Em contato com altas temperaturas, eles perdem parte do sebo que protege o couro cabeludo e ressecam facilmente.

Estresse:

O mal do século também é uma possível causa para a queda de cabelo masculino. O aumento do Cortisol não é benéfico de forma alguma e, no caso da perda de fios, atua diretamente na divisão celular, cortando a possibilidade do desenvolvimento forte e saudável.

Antidepressivos:

O uso de certos medicamentos traz efeitos colaterais. A sugestão é sempre deixar o psiquiatra informado, e verificar se há a possibilidade de troca da fórmula por outra que não interaja com o ciclo habitual de crescimento e queda dos cabelos.

Alterações hormonais:

Se as glândulas endócrinas não vão bem, o organismo responde negativamente. Apenas um especialista poderá confirmar o problema e sugerir um tratamento.

Secador de cabelos:

O uso incorreto do aparelho pode prejudicar e contribuir para a queda de cabelo masculino. O ideal é não utilizá-lo continuamente, e mantê-lo a uma distância de, ao menos, 30 centímetros da cabeça.

Alopecia Areata (doença autoimune):

Uma área arredondada da cabeça fica totalmente careca. Com causas desconhecidas, a patologia faz o sistema imunológico destruir os tecidos saudáveis.

Quando a saúde não vai bem…

Como você pode perceber, barbeiro, a queda de cabelo masculino geralmente está associada aos problemas com a saúde. Portanto, liste ao seu cliente o que você aprendeu até aqui e sugira que ele vá imediatamente ao médico. 

Enquanto ele investiga a fonte do problema, indique algumas boas práticas que poderão ser adotadas para a vida, algo como uma reeducação dos cuidados com os fios. Ajudamos você com isso no próximo tópico.

Como ajudar o cliente a superar a perda dos fios?

queda-de-cabelo-masculino-calvicie

A partir da visita do cliente à sua barbearia, ajude-o a promover uma mudança de hábitos. São pequenos conselhos sobre prevenção ou que podem reduzir a queda de cabelo masculino. 

Queda de cabelo masculino: Utilizar shampoo e loção antiqueda

Eles não inibem a queda. O trabalho aqui é de prevenção. Esses produtos contêm ativos como vitaminas e aminoácidos que nutrem os fios, combatem fungos e ajudam a encorpar e engrossar os cabelos.

Uma boa dica é utilizar o shampoo duas vezes a cada lavagem. É ideal, também, aplicar um shampoo antiresíduos uma vez na semana. 

Ah, e produtos finalizadores sempre devem ser retirados dos fios. Do contrário, eles podem facilitar a obstrução dos bulbos.

Queda de cabelo masculino: Boa higiene capilar diária e cuidados com o couro cabeludo

O comportamento dos fios deve ser observado. Oleosidade, suor e poluição são prejudiciais à saúde capilar. O enfraquecimento do bulbo e o aparecimento de caspas são consequências inevitáveis. Não necessariamente você terá que lavá-los todos os dias, o que vale mesmo é reconhecer quando há necessidade de tratamento e limpeza. 

Além disso, o couro cabeludo requer suavidade. Nada de massageá-lo vigorosamente, atitude que eleva a quantidade de glândulas sebáceas. O truque sempre é jeito, e nunca força. 

Queda de cabelo masculino: Alimentar-se bem

A saúde dos folículos capilares é influenciada por sua alimentação. Quando todo os sistemas do corpo estão em pleno funcionamento, tudo vai bem. As proteínas são as protagonistas, mas todo o resto também é importante. Comer direito significa contribuir para a saúde como um todo.

Queda de cabelo masculino: Cortar bebidas alcoólicas e cigarros

Eles já não são boas companhias de uma vida saudável. Dá para imaginar que mantendo-os em uma rotina, é possível ter um organismo equilibrado e harmônico?

Queda de cabelo masculino: Dormir bem

Poucas horas ou um sono “mal dormido” definitivamente não são saudáveis. Alguns estudos comprovam que dormir é um momento regenerador, essencial ao corpo para impulsionar o sistema imunológico, o equilíbrio hormonal e a nossa resistência.

Queda de cabelo masculino: Aliviar as tensões e evitar o estresse

A cadeira do barbeiro é um dos momentos preciosos de relaxamento na vida de um homem. Entenda o momento do cliente, e mostre-se disponível a ouvi-lo e aconselhá-lo. Em setembro, por exemplo, mostramos aqui no Blog que os profissionais podem até salvar vidas.

Estresse é o start para desencadear uma série de problemas, físicos e psíquicos. E cá entre nós, pode sim ser um motivo forte o suficiente para os fios perderem a força. 

Queda de cabelo masculino: Que tal uma suplementação vitamínica?

Talvez o organismo necessite de um reforço vitamínico, facilmente encontrado em farmácias. Entretanto, neste caso, indique sempre que o seu cliente encontre um especialista que prescreva a fórmula mais adequada.

Você já é um barbeiro excelente, mas poderá ser o melhor

Sua bagagem está muito maior depois de ler esse conteúdo, concorda? Então que tal tornar-se um profissional ainda mais intelligente e reconhecido por seus talentos e atendimento impecável? 

Venha construir uma estrada infinita de aprendizados no nosso curso de barbeiros. Experimente essa aula grátis. Temos certeza que após assisti-la, matricular-se será a sua próxima meta profissional