texturizacao-cabelo-curso-de-barbeiros

Texturização capilar: quando fazer em um cabelo masculino?

Tendência que está, literalmente, fazendo a cabeça dos homens. A texturização capilar chegou com força às cadeiras das barbearias e vem tornando-se parte do passo a passo de uma produção moderna e estilosa. Ela cria disfarces e está presente em diversos processos de transição.

A técnica acrescenta praticidade à rotina masculina, e promove resultado incríveis que impactam na autoestima.

Quer saber quando é o momento de você sugerir a novidade ao seu cliente? Então prepare-se para a aula do mestre Felippe Caetano.

Vamos lá!

O que é texturização capilar?

Vamos usar como exemplo algo que, provavelmente, você já viu!

Sabe aquela sensação enrugada que sentimos quando passamos a mão em uma parede? Pois bem, isso é uma maneira de fazer textura.

Tá ok, mas o que tem a ver com barbearia?

Ao realizar um corte, perceba as diferentes densidades que se apresentam. O que acontece é que, ao nascermos, a tendência é que haja mais cabelos em algumas regiões da cabeça do que em outras. A texturização capilar muda completamente a forma como os fios se comportam e, inclusive, como se parecem.

APLICAR A TEXTURIZAÇÃO CAPILAR É PROMOVER O EQUILÍBRIO DE TODA A ÁREA DO COURO CABELUDO, DEIXANDO TUDO, APARENTEMENTE, IGUAL.

É percebendo diferenças absurdas, que sua excelência em atendimento deve entrar em ação. Sugira o melhor plano para deixar seu cliente extremamente satisfeito com a aparência e os resultados que a sua expertise como profissional promoveu. Se ele estiver lhe conhecendo, a probabilidade de um retorno é quase 100% garantida.

Que técnicas ajudam na texturização capilar?

O Felippe lhe mostra, neste conteúdo incrível que está no ar lá no Youtube, quais ferramentas e que técnicas você poderá aplicar para promover uma texturização capilar. Vamos ver?

TESOURA DENTADA

Trabalhe na ponta, meio ou base do cabelo. Não importa. A meta aqui é você estar ciente de que cada tesourada dará um aspecto diferente ao visual.

DEEP CUT

A texturização acontece “contra o cabelo”, deixando as pontas mais suaves.

SLICE

Movimentos soltos, apenas com a tesoura (e sem pente), como se estivessem “rasgando” o cabelo.

CANAIS

Separando algumas mechas é possível enxergar regiões mais e menos densas, facilitando a promoção do equilíbrio.

NAVALHETE

É um método mais agressivo, mas muito utilizado. Porém, cuidado! Não é todo o cabelo que irá aceitá-lo. Certifique-se de não haver danos nos fios, antes de aplicar o navalhete. A consequência se dará em uma aparência ainda pior, e você nunca vai querer isso!

MOVIMENTOS DIFERENTES UTILIZADOS POR ALGUNS BARBEIROS

Twist: consiste em enrolar o cabelo e “rasgá-lo”.

Point Cut: trabalhado na raiz do cabelo, tirando alguns pedaços. É agressivo e requer bastante cuidado.

Dica:

Não confunda! Utilizar essa técnica na ponta não chega a ser categorizado como texturização.

Cabelos desconectados precisam de texturização capilar?

Sim! Observe que a tendência é o cabelo sem texturização caia, porque pesa muito. Já que a preocupação é facilitar a vida do cliente, não faça um corte no qual ele tenha que dispor de artifícios como a aplicação de muita pomada.

Se feita da forma correta, a técnica permitirá essa praticidade com pouco uso de produtos ou apenas com um ajuste manual. Quer mais dicas? Assista no vídeo abaixo, sem esquecer, é claro, de clicar no gostei, em seguir e ativar as notificações. A sua interação é muito importante para que o Felippe continue produzindo diversos conteúdos ricos para profissionais como você.

Além do canal no Youtube, o Felippe também está próximo de você aqui no blog, nas redes sociais e no curso de barbeiros online. Fique à vontade para tornar-se um dos barbeiros mais talentosos que existem na atualidade. Acompanhe o trabalho do mestre das tesouras e navalhas.